Governo monitora internet durante protestos.
protesto-facebook
Agência Brasileira de Inteligência pretende controlar meio do Facebook, Twitter, Instagram e WhatsApp, a movimentação dos manifestantes.

O governo brasileiro estaria preparando, através da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), uma operação para monitorar a internet durante os protestos previstos para hoje pelo País. Segundo reportagem do jornal Estado de São Paulo, oficiais da Abin estariam destacados para
acompanhar, por meio do Facebook, Twitter, Instagram e WhatsApp, a movimentação dos manifestantes.
A reportagem do Estado de São Paulo diz que a decisão foi tomada após uma crise entre assessores civis da presidente Dilma Rousseff e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que não teriam alertado o governo  das manifestações da semana passada em São Paulo, que desencadearam em uma onda de protestos no Brasil.
A revista Época Negócios diz que após a série de protestos ocorridos na última semana, as manifestações passaram a ser medidas e analisadas diariamente pelo Mosaico, sistema online de acompanhamento de cerca de 700 temas definidos pelo ministro-chefe do GSI, general José Elito. Ainda segundo a reportagem da revista, os oficiais da agência tentam antecipar o roteiro e o tamanho dos protestos, infiltrações de grupos políticos e até supostos financiamento dos eventos.