Microsoft e FBI se unem para derrubar botnet
Microsoft-e-FBI-unem-forças-para-derrubar-botnet

Microsoft juntou-se ao FBI para derrubar a maioria das máquinas que compõe a “Citadel”, uma botnet que tem como objetivo principal roubar dados de contas bancárias.
Segundo a Microsoft, a rede que coordenava ataques a computadores teria infectado mais de 5 milhões de máquinas no mundo todo nos últimos 18 meses. Os criminosos teriam, ainda, desviado mais de US$ 500 milhões (cerca de R$ 1 bilhão) de contas bancárias.
Afirma que cerca de 1.000 das estimadas 1.400 botnets pertencentes à Citadel foram derrubadas. Isso não é suficiente para acabar completamente com a rede, mas pode diminuir significativamente a sua eficiência.

Malwares são distribuídos em cópias piratas do Windows

A Microsoft afirma que a maior fonte de disseminação de malwares são as versões piratas do Windows, que trazem a praga embutida no sistema operacional sem que as vítimas percebam. No ano passado, a empresa atacou a Nitol, uma botnet que também utilizava um sistema semelhante para se propagar.
Apesar de essa não ser a primeira botnet atacada pela Microsoft, essa é a primeira vez em que uma empresa privada se une ao FBI para trabalhar em conjunto.
O FBI está trabalhando com autoridades de cerca de 80 países (incluindo Brasil) para encontrar os responsáveis pela Citadel. A Microsoft acredita que o principal hacker responsável pela rede seja do leste europeu, já que os países da região não foram atacados pela rede, provavelmente com o objetivo de não atrair a polícia local.

Fonte: www.tecmundo.com.br