O que esperar no pós pandemia?

A pandemia causada pelo covid-19 parou o mundo e mudou o cotidiano de várias pessoas, causando uma dúvida comum: o que esperar do mundo pós pandemia?

Essa dúvida tem sido frequentemente levantada pela sociedade, afinal, viveremos o que já chamamos de “um novo normal”. Com a maioria das grandes cidades brasileiras retomando as suas atividades econômicas, o que devemos esperar desse novo mundo? Nós separamos alguns insights que podem te ajudar a decidir como será a sua vida após a pandemia e o que levar de positivo desse momento adverso.

Percebendo como será o mundo após a pandemia e como se adaptar a essa nova realidade. Afinal, a pandemia ocasionou profundas mudanças sociais.

As pessoas que já voltaram a circular pelas ruas construíram novos hábitos e saber lidar com isso é importantíssimo. Confira algumas informações sobre o mundo pós pandemia.

Pós pandemia teremos uma sociedade mais conectada

A pandemia acelerou um processo que já vinha ocorrendo de maneira lenta e gradual. A necessidade de distanciamento social fez com que muitas pessoas começassem a usar as tecnologias disponíveis. Pessoas que nunca cogitaram em sua vida realizar uma compra online se viram fazendo supermercado por aplicativo. Enquanto outras passaram a trabalhar remotamente e gostaram dessa experiência, aumentando sua produtividade em home office.

As pessoas se viram mais necessitadas de usarem a tecnologia a seu favor durante a pandemia. Seja com o objetivo de se comunicar com quem gosta ou de fazer compras básicas sem sair de casa. É por isso que, após a pandemia é natural que as pessoas estejam mais familiarizadas com os múltiplos apps disponíveis e com o uso da tecnologia para as tarefas simples.

O trabalho pós pandemia também muda

Empresas ao redor do mundo se viram obrigadas a mudar a sua forma habitual de trabalho. Colocando colaboradores para realizarem tarefas no modelo home office. O que em muitos casos, não era parte do planejamento das empresas e em geral, sequer passava pela cabeça dos gestores essa possibilidade.

No entanto, a necessidade de afastamento social obrigou as empresas a se adaptarem para não fechar as portas completamente. E isso não se revelou de forma completamente negativa. Na realidade, muitos colaboradores se adaptaram bem ao novo formato de trabalho, apresentando bom desempenho.

Algo que fez com que muitas empresas repensassem seus modelos de trabalho. E algumas empresas decidiram que vão manter o home office como parte de sua estratégia de retomada.

Os colaboradores que trabalham em casa representam uma economia diária para a empresa. Se parte da equipe trabalha home office, isso significa que a empresa precisa manter uma estrutura mais enxuta, consequentemente mais econômica.

Home office não é para todos

Obviamente algumas funções requerem o profissional dedicado in loco, garantindo que sua atuação seja um diferencial para a empresa. Como ocorre nos casos de atendimento presencial e outras funções que requerem a presença do profissional na empresa.

Mas o home office já era uma tendência que vinha engatinhando na economia nacional e que foi impulsionada pela pandemia. Com o mundo cada vez mais conectado no cenário pós pandemia, é natural que as empresas aproveitem o que foi positivo nessa experiência nova.

O home office é uma maneira de economizar para a empresa e também de oferecer um trabalho que garante a máxima performance para quem se adaptou. A rotina de home office permite que o colaborador tenha mais qualidade de vida. O fato de não precisar sair de casa e enfrentar o trânsito todos os dias já contribui para uma rotina mais saudável.

Evitando perder tempo com deslocamento e correr riscos de estar exposto na rua todos os dias. Obviamente esse tipo de trabalho requer adaptação e gostar desse modelo. Caso contrário, o resultado obtido pelo profissional será inferior à sua performance na empresa.

Educação também será mais tecnológica no mundo pós pandemia

A pandemia fez com que escolas e faculdades fossem fechadas, obrigando os alunos e professores a se adaptarem. O esperado é que a partir da reabertura das atividades, muitas pessoas tenham descoberto se gostam do modelo de educação à distância.

Até mesmo aqueles que não estavam em cursos de faculdade ou na escola, puderam experimentar cursos online gratuitos durante a pandemia. Percebendo se esse modelo é eficaz para a sua rotina ou se não é o tipo de conteúdo com o qual cada um consegue aprender. A educação após a pandemia certamente terá se transformado, usando muito mais a tecnologia a favor do processo de aprendizado.

O celular que antes era visto como o vilão de muitos professores, foi o principal instrumento usado na pandemia para conectar alunos e conteúdo educacional.

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), cerca de 94% dos lares possuem smartphone que foi usado como principal ferramenta de comunicação e de apoio pelas famílias durante a pandemia para o processo pedagógico.

Portanto, o aparelho que era um inimigo em sala de aula pode se tornar um grande aliado. Quando os profissionais da educação começam a perceber APPs e usos que possibilitam a interação dos alunos com o aparelho e a aula.

Educação à distância tende a ser mais valorizada

As graduações EAD ainda enfrentavam um grande preconceito por parte da sociedade. No entanto, todos que estavam estudando durante a pandemia se viram obrigados a experimentar o modelo. O que acaba rompendo o preconceito que algumas pessoas nutriam com esse modelo educacional. E isso é extremamente benéfico para quem sempre quis fazer uma graduação ou pós-graduação, mas via o modelo com certo preconceito.

Quem teve uma experiência positiva com o modelo EAD durante a pandemia, certamente terá mais facilidade de se candidatar a um curso EAD após a pandemia. Possibilitando uma sociedade mais qualificada e que otimiza seu tempo e recursos. Afinal, os cursos EAD podem ser feitos de qualquer lugar e possuem preços mais acessíveis. Dois fatores que combinados são muito positivos para incentivar a volta aos estudos.

Migração de negócios para o mundo online

Muitas empresas ainda eram resistentes ao universo digital. Por isso, não mantinham sites, e-commerce e até mesmo evitavam a presença nas redes sociais com maior estratégia e incidência. No entanto, a pandemia revelou a necessidade urgente de se conectar com os clientes para além do contato físico. As empresas que não estavam ambientadas no universo digital pareciam ter simplesmente desaparecido. Afinal, estavam com as portas fechadas para seu público que estava comprando online nos concorrentes mais antenados.

É por isso que, uma das diferenças esperadas no pós pandemia é justamente que as empresas migrem para o digital. Por terem entendido de uma vez por todas a importância de se conectar aos clientes, usando a tecnologia para isso. A tecnologia sem dúvidas fará cada vez mais parte do cotidiano das pessoas, criando infinitas possibilidades para quem deseja empreender após a pandemia.

A comunicação precisa ser mais assertiva

Nesse cenário de mundo mais conectado e digitalizado, é preciso investir na comunicação das empresas. Tanto na comunicação direta com o cliente, como na comunicação com a equipe.

Direcionando as pessoas para os caminhos e valores que condizem com a realidade do negócio. A comunicação assertiva é fundamental para conectar as empresas e pessoas, gerando laços nesse novo cenário tão desafiador. Saber se posicionar após a pandemia será fundamental para diferenciar um negócio de seus demais concorrentes.

O mundo pós pandemia requer adaptação

A pandemia fez com que as pessoas vivessem a vida de modo completamente diferente do habitual. E por isso mesmo, toda a sociedade se viu obrigada a romper com seus hábitos e estabelecer adaptações. Quem estava habituado a frequentar shows com os amigos, se viu tendo como opção de lazer em casa lives de alguns cantores. A adaptação se tornou palavra de ordem para tornar a realidade mais agradável, mesmo durante um período tão conturbado.

E mesmo com as cidades brasileiras voltando a funcionar aos poucos, todos ainda precisam manter esse espírito de se adaptar. Saindo de casa com máscara, que se tornou um acessório obrigatório, usar álcool em gel e se proteger. O mundo pós pandemia é repleto de novos desafios e a tecnologia permeia grande parte das novas soluções que estão sendo encontradas. Lidar com essas questões que surgem a cada dia requer criatividade e facilidade de se adaptar.

Afinal, como tem sido dito em todos os grandes meios de mídia, precisamos estabelecer o que será o novo normal. A rotina como era antes da pandemia já faz parte do passado, sendo algo que não será recuperado dentro dos próximos meses. E você? Está preparado para se adaptar ao mundo pós pandemia?

Equipe Webby

• Americana • Araçatuba • Araraquara • Araras • Arujá • Assis • Atibaia • Avaré • Barretos • Barueri • Bauru • Birigui • Botucatu • Bragança Paulista • Caçapava • Caieiras • Cajamar • Campinas • Campo Limpo Paulista • Caraguatatuba • Carapicuíba • Catanduva • Cotia • Cruzeiro • Cubatão • Diadema • Embu das Artes • Franca • Guaratinguetá • Guarujá • Guarulhos • Hortolândia • Ibiúna • Indaiatuba • Itanhaém • Itapecerica da Serra • Itapetininga • Itapeva • Itapevi • Itaquaquecetuba • Itatiba • Itu • Jaboticabal • Jacareí • Jandira • Jaú • Limeira • Lins • Lorena • Marília • Mogi das Cruzes • Mogi Guaçu • Mogi Mirim • Osasco • Ourinhos • Paulínia • Pindamonhangaba • Piracicaba • Poá • Praia Grande • Presidente Prudente • Ribeirão Pires • Ribeirão Preto • Rio Claro • Salto • Santa Bárbara d’Oeste • Santana de Parnaíba • Santo André • Santos • São Bernardo do Campo • São Caetano do Sul • São Carlos • São José do Rio Preto • São José dos Campos • São Paulo • São Roque • São Sebastião • São Vicente • Sertãozinho • Sorocaba • Sumaré • Suzano • Taboão da Serra • Tatuí • Taubaté • Ubatuba • Valinhos • Várzea Paulista • Vinhedo • Votorantim • Votuporanga
Rio de Janeiro • São Gonçalo Duque de Caxias • Nova Iguaçu • Niterói • São João de Meriti • Campos dos Goytacazes • Petrópolis • Volta Redonda • Magé • Mesquita •Nova Friburgo • Barra Mansa • Macaé • Cabo Frio • Itaboraí • Resende • Nilópolis • Teresópolis • Belford Roxo

Belo Horizonte • Uberlândia • Contagem • Juiz de Fora • Betim • Montes Claros • Ribeirão das Neves • Uberaba • Governador Valadares • Ipatinga • Santa Luzia • Sete Lagoas • Divinópolis • Ibirité • Poços de Caldas • Patos de Minas • Teófilo • Otoni • Sabará • Pouso Alegre • Barbacena • Conselheiro Lafeiete • Araguari • Itabira • Passos

Porto Alegre • Caxias do Sul • Pelotas • Canoas • Santa Maria • Alegrete • Gravataí • Viamão • Novo Hamburgo • São Leopoldo • Rio Grande • Alvorada • Passo Fundo • Sapucaia do Sul • Uruguaiana • Santa Cruz do Sul • Cachoeirinha • Bagé • Bento Gonçalves • Erechim • Guaíba • Cachoeira do Sul • Santana do Livramento • Esteio • Ijuí

Serra • Vila Velha • Cariacica • Vitória • Cachoeiro de Itapemirim • Linhares • Jaguaré • Mimoso do Sul • São Mateus • Colatina • Guarapari • Aracruz • Viana • Nova Venécia • Sooretama • Anchieta • Barra de São Francisco • Santa Maria de Jetibá • São Gabriel da Palha • Domingos Martins • Pinheiros • Pedro Canário • Itapemirim • Afonso Cláudio • Conceição da Barra • Guaçuí

Curitiba • Londrina • Maringá • Ponta Grossa • Cascavel • Castro • Rolândia • São José dos Pinhais • Foz do Iguaçu • Colombo • Guarapuava • Paranaguá • Araucária • Toledo • Apucarana • Pinhais • Campo Largo • Almirante Tamandaré • Umuarama • Paranavaí • Piraquara • Fazenda Rio Grande • Paranavaí • Francisco Beltrão • Pato Branco • Cianorte • Telêmaco Borba

Joinville • Florianópolis • Blumenau • Itajaí • São José • Navegantes • Chapecó • Criciúma • Jaraguá do sul • Lages • Palhoça • Itapema • Camboriú • Balneário Camboriú • Brusque • Tubarão • São Bento do Sul • Caçador • Concórdia • Rio do Sul • Araranguá • Gaspar • Biguaçu • Indaial • Mafra • Canoinhas

Recife • Jaboatão dos Guararapes • Olinda • Caruaru • Petrolina • Paulista • Surubim • Cabo de Santo Agostinho • Camaragibe • Garanhuns • Vitória de Santo Antão • Igarassu • São Lourenço da Mata • Abreu e Lima • Santa Cruz do Capibaribe • Ipojuca • Serra Talhada • Araripina • Gravatá • Carpina • Goiana • Belo Jardim • Arcoverde • Ouricuri • Escada • Pesqueira • Palmares • Bezerros

Salvador • Feira de Santana • Vitória da Conquista • Camaçari • Itabuna • Juazeiro • Lauro de Freitas • Ilhéus • Jequié • Teixeira de Freitas • Alagoinhas • Barreiras • Porto Seguro • Simões Filho • Paulo Afonso • Santo Antônio de Jesus • Valença • Candeias • Guanambi • Jacobina • Serrinha • Senhor do Bonfim • Dias d’Ávila • Luís Eduardo Magalhães • Itapetinga • Irecê • Campo Formoso • Eunápolis • Casa Nova • Brumado • Bom Jesus da Lapa • Conceição do Coité • Itamaraju • Itaberaba • Cruz das Almas • Ipirá • Santo Amaro • Euclides da Cunha

Fortaleza • Caucaia • Juazeiro do Norte • Maracanaú • Sobral • Crato • Itapipoca • Maranguape • Iguatu • Quixadá • Pacajus • Crateús • Aquiraz • Pacatuba • Canindé • Quixeramobim

Goiânia • Aparecida de Goiânia • Anápolis • Rio Verde • Luziânia • Águas Lindas de Goiás • Valparaíso de Goiás • Trindade • Formosa • Novo Gama • Itumbiara •Senador Canedo • Catalão • Jataí • Anápolis • Planaltina • Caldas Novas

Campo Grande • Dourados • Corumbá • Ponta Porã • Maracaju • Sidrolândia • Naviraí • Nova Andradina • Aquidauana • Paranaíba • Três Lagoas • Amambai • Rio Brilhante

Cuiabá • Várzea Grande • Sinop • Tangará da Serra • Cáceres • Sorriso • Lucas do Rio Verde • Primavera do Leste • Barra do Garças • Alta Floresta • Pontes e Lacerda • Nova Mutum • Campo Verde • Juína • Rondonópolis • Colniza

Manaus • Parintins • Itacoatiara • Manacapuru • Coari • Centro Amazonense • Alvaraes • Amatura • Amaná • Anori • Apuí • Atalaia do Norte • Codajás •Eirunepé • Envira • Fonte Boa • Guajará • Humaitá