Palavras-chave: O que são? Onde vivem? Do que se alimentam?

Palavras-chave, com certeza você já ouviu falar sobre elas e sua atuação na otimização para os motores de busca. Esse tema costuma causar muitas dúvidas em quem está iniciando sua jornada no marketing digital.
Entender de palavras-chave é importante para que seu conteúdo seja bem otimizado e sua empresa seja facilmente encontrada por potenciais clientes.
Para que suas dúvidas sobre o tema sejam sanadas, elencamos várias dicas úteis! Confira tudo que você precisa aprender sobre palavras-chave para seus conteúdos digitais.

O que são palavras-chave?
Tudo começa com o entendimento a respeito do que é palavra-chave. Sem compreender esse conceito, dificilmente você terá uma escolha assertiva na sua otimização.
A palavra-chave é um termo escolhido para ser inserido em seu texto. Dessa forma, quando uma pessoa pesquisar aquele termo, os motores de busca irão indicar seu conteúdo.
Por exemplo: a palavra-chave escolhida é “emagrecimento”, quando um usuário pesquisar esse termo no Google, seu conteúdo irá aparecer entre as opções de resultado.
Dessa forma, mais pessoas conseguem descobrir diariamente seus conteúdos, tendo contato com a sua marca e ideais.

Qual o objetivo de usar palavra-chave em meus posts?
Com o uso de palavras-chaves adequadas a sua área de atuação, se torna muito mais fácil que sua página seja encontrada por pessoas interessadas em seus produtos ou serviços.
O principal objetivo de usar as palavras-chave corretas é justamente gerar ranqueamento. De forma que, todos os dias novos usuários conheçam seu trabalho organicamente.

Portanto, é um aspecto importante de ser trabalhado, especialmente para empresas de pequeno porte que possuem pouco capital disponível para investir no tráfego pago.
De modo que, o tráfego orgânico seja constantemente melhorado, usando as estratégias adequadas para atrair seu público nos seus canais digitais. Possibilitando que, mesmo com pouco investimento em marketing digital seja possível ter um resultado positivo.

Existem diferentes tipos de palavras-chave
Todo nicho de atuação conta com palavras-chave que são mais genéricas e outras que são mais específicas. Ambos os tipos devem ser utilizados dentro de uma estratégia de marketing digital bem pensada para o seu negócio.
Tendo em vista que, as palavras mais genéricas são úteis por captarem maior tráfego. Entretanto, seu conteúdo pautado em termos genéricos sofre com maior competitividade e também com a menor conversão.
Esse é o tipo de conteúdo que pode ser usado no topo de funil, ou seja, no início da jornada de seu cliente com a sua marca.

Já os termos mais específicos são usados para enfrentar menor competitividade e trazer menos tráfego.
No entanto, a chance de conversão desse material é muito mais elevada. Dado o fato que esse consumidor provavelmente terá engajamento com seu conteúdo mais específico.
As características dos diferentes tipos de palavras-chaves são complementares. Por isso mesmo, é interessante que toda empresa use os dois tipos em suas estratégias.

Utilize os termos mais específicos quando precisar gerar maior conversão, sendo uma boa estratégia para quem está começando no marketing digital. Amplie o uso de termos genéricos quando é preciso ampliar o tráfego e garantir muita visibilidade.
Quando todo o conteúdo é construído de forma relevante, garantindo informações úteis aos leitores, é natural ter bons resultados com essa estratégia.

O foco sempre deve ser a qualidade de conteúdo
A melhor estratégia de SEO usando palavras-chave é aquela em que o conteúdo é focado na qualidade.
Seja qual for a palavra-chave escolhida para otimizar em prol dos motores de busca, seu conteúdo sempre deve prezar pela qualidade.

Atualmente, páginas como o Google contam com mecanismos muito refinados para identificar se um conteúdo é relevante para quem está pesquisando determinado tema.
Por este motivo, só conquista os primeiros links da primeira página, aquelas empresas que realmente investem na qualidade de seus materiais.

De forma que, cada usuário que encontre a página tenha verdadeiramente uma solução para o que está pesquisando.
Quando a página não é capaz de entregar uma solução como resultado, ela tende a perder posições no ranqueamento.

Ranqueamento é uma questão de estratégia
Muitas empresas disputam diariamente o primeiro link orgânico do Google. Mas só atinge esse resultado quem está disposto a melhorar continuamente suas estratégias de ranqueamento.
É fundamental conhecer as necessidades reais de seu público, para que seja possível escolher as palavras-chave que serão capazes de gerar bons resultados.

Ao produzir conteúdos de acordo com o que seu público pesquisa, é possível atrair a atenção das pessoas. De modo que, seu negócio crie autoridade na sua área de atuação. O que é importante para a credibilidade da marca.
Portanto, toda escolha de termos a serem trabalhados precisa ser feita de modo muito estratégico.
Sempre baseado nas suas pesquisas sobre o perfil de seu público-alvo. Sem entender o que cada consumidor da sua marca procura, se torna extremamente difícil ser assertivo na produção de conteúdo.
Uma vez que, será natural atrair pessoas de diferentes perfis por mera curiosidade, sem conseguir uma boa conversão.

Se atualmente o seu trabalho utiliza os dois tipos de palavras-chave, mas mesmo assim não consegue conversão, o problema pode residir na má escolha de termos a serem ranqueados.
Cada empresa precisa analisar seu público e desenvolver material de acordo com as necessidades de seus clientes.
Dessa forma, é possível fornecer conteúdo de qualidade para aqueles que já são clientes, bem como, atrair mais pessoas pertencentes ao seu público-alvo.

Uso de palavras-chave que estão em alta
Outra escolha que pode ser feita em relação a sua estratégia de marketing digital, é esporadicamente produzir conteúdos relevantes sobre palavras-chave que estão em alta.
De modo que, essa estratégia funcione tal qual as palavras que são mais genéricas, aumentando o tráfego e consequentemente fazendo com que mais pessoas conheçam sua empresa.

Essa é uma alternativa interessante para empresas que já possuem uma base sólida de conteúdos publicados.
Tendo em vista que, ao atrair um elevado número de pessoas para seu blog, por exemplo, elas podem ser direcionadas para outros conteúdos mais específicos de sua área.
Dessa forma, o público não terá somente um contato superficial com sua empresa. Garantindo que, o tráfego trazido tenha uma boa margem de conversão, por existir um trabalho sólido que vai além de um uso oportunista de determinados termos populares.

Pense no seu objetivo com a postagem
Em cada material que optar por usar palavras-chave para melhorar o ranqueamento, pense em qual é o objetivo da postagem.
Sabendo o objetivo, se torna mais fácil decidir qual é o tipo de termo que deve fazer parte da postagem. É preciso aumentar o número de pessoas que visualizam o conteúdo?
Seu objetivo é fazer com que as pessoas fechem compras? Cada objetivo combina com uma estratégia na hora de escolher a palavra-chave ideal a ser trabalhada dentro de seu post.

Palavras-chave em campanhas de ADS
Além de otimizar o seu conteúdo usando os termos mais adequados em seus posts, é importante usar as palavras-chave em suas campanhas de ADS.
A lógica é a mesma, visando atrair o público correto para visualizar sua campanha, garantindo o aumento de resultados.

Portanto, a nossa principal dica para quem nunca usou as palavras-chave como estratégia de otimização de conteúdo é que inicie o trabalho com uma pesquisa de seus clientes e público-alvo.
Observe quais são as preferências, qual a faixa etária e necessidades de seu público. Com base nesses dados, é possível desenvolver toda a estrutura de otimização necessária para ter bons resultados online.
Muitas estratégias de otimização falham justamente por falta de conhecimento a respeito do público-alvo. O ideal é buscar identificar os aspectos citados e em seguida estar disposto a fazer testes.

Verifique como está a performance de seu trabalho. Identifique melhores horários para realizar seus posts, observe qual é o engajamento e qual tipo de estratégia está gerando melhores resultados.
Insista em fazer melhorias de modo contínuo, sempre olhando em direção de ser assertivo na comunicação com seu público. Criar autoridade online é fundamental para que as pessoas queiram comprar de sua marca. E isso só é possível com um trabalho contínuo.

Vale a pena contratar profissionais para otimizar minhas páginas?
Se o seu conteúdo já está sendo desenvolvido ao longo dos últimos meses, mas sem o toque de um profissional especializado, vale a pena contratar alguém que trace suas estratégias.
Quando se pensa em otimização de SEO para melhorar sua posição nas pesquisas do Google, o trabalho não se restringe a meramente usar palavras-chave adequadas.
É fundamental melhorar a qualidade de seus conteúdos, verificar links corrompidos, traçar um planejamento para conteúdos futuros e muitas outras técnicas.

Que devem ser aplicadas por um profissional da área , com o objetivo de melhorar a sua capacidade orgânica de atrair seu público.
Esse é o tipo de investimento que deve ser feito por empresas de todos os portes que desejam crescer. Afinal, ser visto e lembrado no meio digital é um grande diferencial.
E conseguir gerar autoridade para sua marca com um trabalho de longo prazo bem estruturado, é garantia de público fiel.
Portanto, é um investimento que dá retorno quando o trabalho de otimização é bem executado por um especialista.

Equipe Webby